em

Oportunidade em POMO4 – ela tá te dando mole…

Pessoal, gostaria de compartilhar com vocês uma entrada que fiz em POMO4, mas que acredito que ainda dê tempo de aproveitar. Isso não é um call nem recomendação, minha intenção é só dividir com os amigos e ouvir feedbacks dos mais experientes.

Bom, ilustrando o que eu to vendo. Sabe aquela gata linda, gente boa, faz esporte e tem um corpo lindo… mas nunca dá bola pra você? Nunca dá uma abertura pra você dar em cima ela? Pois é, agora imagina você encontrar na balada e você sabe que ela ta solteira… Na hora que te vê ela dá um sorrisinho e mexe no cabelo… Meu amigo, é hora de agir!

Marcopolo é uma empresa com bons fundamentos, exportadora (portando com parte da receita em dólar e se aproveita da conjuntura atual de dólar mais forte), graficamente muito forte e que encontrei um bom momento de entrada.

FUNDAMENTOS

Olhando rapidamente alguns indicadores fundamentalistas, POMO4 tem um P/L de 8,36, Dividend Yield anual de 7,5%, um ROE de 24,8%. Dá muito dinheiro.

O DRE indica uma Lucro Liquido que cresce de maneira muito forte e constante desde 2020, Patrimônio Líquido também crescente e uma Dívida Líquida estável.

Sinais de uma operação muito saudável, que por sinal se refletem no gráfico.

GRÁFICO

Aqui a coisa fica ainda mais interessante. O gráfico semanal dela é uma delícia, uma alta forte, constante e saudável desde o começo de 2023. O lado esquerdo tem uma vazio gráfico maravilhoso, não tem topos anteriores nem nada que atrapalhe a alta. Médias móveis ascendentes com os preços trabalhando sempre acima dessas médias. Aqueles gráficos que a gente fica salivando mas é difícil achar um bom ponto de entrada. No gráfico semanal ela só fez um bom recuo em 2023, esse ano ainda nada. Só agora.

POMO fez um recuo até uma média longa, no caso do meu gráfico a de 50 períodos, e os osciladores estão interessantes. O Estocástico lento (14 períodos) mostra um estado de sobrevenda no gráfico semanal e também uma coisa interessante: no fundo atual o estocástico está mais sobrevendido que o último fundo, o que seria uma divergência. O IFR está em 52, o que não é exatamente uma sobrevenda, mas também indica uma divergência com o fundo anterior.

ENTRADA

Análise feita, o timing está ótimo, agora é hora de mandar aquele xaveco… quer dizer, achar o ponto de entrada!

Aqui ficou a parte mais difícil do trade, e admito que tenho espaço pra melhorar.
Eu acabei entrando num Preço de Fechamento de Reversão (método do mestre Stormer) no gráfico semanal mesmo, após um candle interessante com pavio inferior, que me sugere bom momento de reversão do recuo e retomada da alta. Olhando pra trás, foi uma entrada boa, válida, mas poderia ter otimizado melhor.
Aliás, esse trade testou minha resiliência, porque logo após a entrada eu comecei a tomar um calor. Possível sinal que o meu xaveco não foi tão bom. Digo, minha entrada.

Fazendo algumas reflexões sobre isso (com gráfico parado e pronto é mais fácil, mas vale a reflexão pro futuro):
No gráfico diário eu vejo 2 possibilidades de entradas melhores. Uma seria comprar um 1-2-3 (um fundo) em cima da média de 200 ou na ativação do pivot. Agora ficou mais interessante. No 1-2-3- eu pagaria um preço mais barato, com stop muito barato também, o que deixaria a assimetria do trade muito melhor. No pivot eu entraria já com um sinal de confirmação muito mais seguro.

Olhando pro gráfico de 60 ou 120 minutos fica mais claro de entender o calor. Comprei em cima da média de 200. Má ideia.

Mas enfim, depois de algum calor o trade está andando na direção que eu esperava.

ALVO

Por definição, o Stormer usa como alvo do Preço de Fechamento de Reversão 2x o risco do trade, que coincide com o topo anterior. Isso sozinho dá um upside de aproximadamente 20%. Delícia! Meu plano é realizar metade da posição caso o trade chegue na casa dos R$7,70 e manter o restante da posição.

Fazendo uma projeção de Fibonacci dessa última pernada, estamos falando de preços em torno de R$10, o que daria um upside de 60%!

Vai chegar lá? Não sei. Pela análise que eu fiz o cenário parece provável. Mas só o tempo dirá.
E lembrando que esse é um trade de posição, estou pensando no longo prazo.

LIQUIDEZ

Importante destacar que POMO é uma ação razoavelmente líquida, mas não é das maiores. Na última sexta 05/07/24 por exemplo, foram feitos 15.983 negócios, com volume de R$35milhões. Não é uma festa e não comporta posições gigantes. Pro meu PL, me cai bem.

A título de comparação, PRIO teve 21.827 negócios com volume de R$252 milhões, VALE3 teve 32.041 negócios somando R$832milhões.

É isso, espero que ajude os amigos de alguma forma, pelo menos com algumas risadas ou lembranças boas da época de solteiro (pra nós casados). Agradeço os feedbacks.

Grande abraço!
Daniel Veloso

Iniciante Observador

Escrito por Daniel Veloso

Sou gerente comercial numa empresa importadora e distribuidora de aços especiais, opero no mercado à vista e futuros utilizando principalmente análise gráfica.

Primeiro LoginPrimeira contribuiçãoPrimeiro Comentário

O QUE VOCÊ ACHOU?

Deixe um comentário

15 Comentários

  1. Boa análisis.
    Como é um papel em “alta permanente” não foi fácil encontrar um topo, mas no gráfico 1D usei um intermediário, em volta de R$6,81. Inclusive coincide com um GAP do 29/05.
    Por outro lado, após o topo histórico, 22/03, os fundos estão descendentes, inclusive em 16/05 ele rompeu a MM200.
    Então, fique de olho com esse topo.
    Abraço.